Assassinos planejaram massacre em escola de Suzano por mais de 1 ano, aponta investigação

Publicado por Departamento em Geral

7453576_x720

Publicado em 14 de março, 2019 | Nenhum Comentário

Os assassinos que mataram oito pessoas na quarta-feira (13), em Suzano (SP), planejaram o crime por um mais de um ano, apontam as investigações preliminares da Polícia Civil. Outras 11 pessoas ficaram feridas, sendo que uma está em estado grave.

De acordo com os policiais, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, pretendiam matar mais pessoas do que as 13 vítimas do massacre de Columbine, ocorrido em 1999 nos Estados Unidos. Em abril, esse crime completará 20 anos.

A polícia de Suzano procura esclarecer o que levou Guilherme e Luiz a entrarem armados na Escola Estadual Raul Brasil e atirarem e golpearem com machado alunos e funcionários. Antes, um deles matou o tio numa loja.

Após a matança, os assassinos, que eram ex-alunos da escola, morreram. Segundo a polícia, Guilherme atirou em Luiz e depois se suicidou com a chegada da Polícia Militar (PM).

Pesquisas e fórum na Deep Web

 Os indícios que levam a investigação a crer que a chacina foi premeditada foram as buscas na internet feitas pelos assassinos sobre como foram cometidos outros atentados a escolas nos Estados Unidos. Um dos que chamavam a atenção deles era o de Columbine, em que Eric Harris, de 18, e Dylan Klebold, 17, mataram a tiros 12 colegas e um professora antes de se suicidarem na escola.

*Renata Ribeiro, Filippo Mancuso, Fábio Turci, Kleber Tomaz, Thiago Lavado e Altieres Rohr, Bom Dia SP e G1 SP

Compartilhe

Sobre Departamento

Ver outros posts de Departamento

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: Assassinos planejaram massacre em escola de Suzano por mais de 1 ano, aponta investigação
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário