Marido suspeito de matar professora de catequese em Estância Velha é procurado pela Interpol

Marido suspeito de matar professora de catequese em Estância Velha é procurado pela Interpol

Inscrições para o Enem 2019 começam nesta segunda
Último dia para se inscrever no cadastro de imprensa da Expointer 2019
Polícia receberá reforço para desvendar desaparecimento de contadora no Noroeste

Principal suspeito do assassinato de Elaine Maria Tretto, de 51 anos, enquanto dava aula de catequese em uma paróquia de Estância Velha, em setembro do ano passado, o marido da professora, César Luís Velho, 54 anos, desponta entre os 113 brasileiros na lista dos brasileiros procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol).

Velho está com mandado de prisão preventiva em aberto há 10 meses pela morte da companheira após reviravolta na investigação, que inicialmente indicava que a motivação era uma vingança. Agentes da Polícia Civil, mais tarde, encontraram indícios e provas que o ligam ao crime, mas o suspeito não foi localizado.  A polícia, porém, ainda não tem certeza se Velho encomendou o crime ou se foi o próprio executor, já que o assassino estava com um capacete, o que atrapalha a identificação.

Com a inclusão na lista da organização, — acusado de homicídio qualificado, coerção e posse ilegal de arma de fogo — ele pode ser preso em qualquer lugar do mundo onde a Interpol atua.

O crime foi cometido de maneira brutal. Um homem invadiu a sala onde a Eliane dava aula anunciando um assalto e, em seguida, amordaçou a professora, três mulheres e uma criança. Espumas de colchão foram colocadas nas bocas das vítimas para que elas não conseguissem falar. Em seguida, a professora foi retirada para uma sala ao lado, onde foi estrangulada até a morte. As demais foram mantidas trancadas para não avisarem a polícia.

FONTE: Gaúcha ZH

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by