Foragidos do presídio de Carazinho são presos depois de 72 horas de cerco policial

Taxa de inscrição do Enem 2019 será de R$ 85
TRF4 determina retomada da obrigatoriedade do simulador em CFCs do Rio Grande do Sul
Quase 60% dos municípios do Rio Grande do Sul não têm rodoviárias, aponta Daer

A Brigada Militar encerrou na noite desta quinta-feira, 07, o cerco policial montando para desmantelar uma quadrilha que aterrorizou a comunidade regional nesta semana. O cerco policial montado depois de um assalto que acabou com quatro homens presos e dois foragidos iniciou na segunda-feira pela manhã e só encerrou por volta de 20 horas da noite, quando os últimos dois integrantes do grupo foram presos.

Luis Diego Pinto e Maicon Douglas Lemos, que são foragidos do presídio de Carazinho foram presos depois de roubar um veículo de uma propriedade na linha Teodoro, interior de Campos Borges. Conforme confessaram aos policiais, eles haviam furtado a caminhonete na linha Bonita, em Alto Alegre e desde a troca de tiros registrada na noite de terça-feira, estão escondidos dentro de valetas e pequenos casebres nas redondezas. Hoje, quando tentaram fugar novamente, foram presos depois de trocar tiros com os policiais.

A Brigada Militar montou um cerco inteligente e com mais de 50 policiais realizou patrulhas por todos os matos e localidades próximas do local aonde eles montaram um acampamento e com a ajuda dos moradores locais, monitoravam locais em que os bandidos não passaram. Depois de diminuir o cerco, os policiais obtiveram êxito nas prisões.

Com informações do Clic Espumoso. 

COMENTÁRIOS

Enviar
1
Olá!
Olá!
Gostaria de pedir uma música!
Powered by